11 abril, 2017

Tríduo Pascal



A Semana Santa, de modo especial, o Tríduo Pascal, é o centro de toda a celebração litúrgica anual, momento lindo e forte em que se celebra a Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor.

 O Tríduo Pascal compreende a Quinta-Feira Santa, a Sexta-Feira Santa e o Sábado Santo, preparando para a maior festa da Igreja, que é a Páscoa.

 Quinta-Feira Santa

A Quinta-Feira Santa, é marcada pela Instituição da Eucaristia , do serviço e um dos gestos significativos deste serviço é o lava-pés.

Jesus, que serviu com sua vida e seu amor à humanidade lava os pés dos seus. Nós, também no dia a dia, independente da missão de cada um, somos chamados a servir com humildade as irmãs e  irmãos a exemplo do Jesus.

Sexta-Feira Santa

A Sexta-Feira Santa, é o único dia do ano em que a Igreja Católica no mundo inteiro não celebra missas e comumente, nenhum sacramento.

Celebra a Paixão, Morte e Sepultamento do Senhor. Profeta Isaías nos lembra – é o Servo Sofredor, tudo se realiza na pessoa de Jesus Cristo.

Na cerimônia tem preces universais pela Igreja e momento forte e lindo pelo gesto de carinho na Cruz.

O amor de Jesus pela humanidade é lembrado também nas celebrações da Via Sacra, dentro de igrejas ou pelas ruas, trazendo presente todo o relato da Paixão e Morte de Jesus.

Sábado Santo

No Sábado Santo, ou Sábado de Aleluia, celebra-se o grande momento da Ressurreição do Senhor.

A certeza que a vida vence a morte. A vida se renova, na alegria da ressurreição.

Nesta celebração, realizada na véspera do dia da Páscoa, acontece a Benção do Fogo Novo e da Água.

A luz que sai da rocha ilumina a escuridão, porque Jesus ressuscitou.

A Água nos lembra o Batismo, que purifica e nos torna filhas e filhos de Deus.

Capitalismo vai concentrando a riqueza!

Recebi via e-mail, partilho.

Vejam como o capitalismo vai concentração a riqueza, nos últimos 30 anos, segundo a insuspeita revista FORTUNE. portal  uol 9 abril 17.

RESUMO:

Em 1997 havia  140 bilionários no mundo distribuídos por 204 Países, que controlavam uma riqueza de  295 bilhões de dólares.
 
2017, trinta anos depois,   eles são 2043 bilionários, estão em  71 paises e controlam  7,7 trilhões de dolares.
 
Eles são o  "um por cento".
Do outro lado, estamos os 99% da humanidade, trabalhando para eles.
 
Até quando?
 
Até o Papa Francisco se pergunta.


Leia a matéria aqui


Eis o meu segredo

"Eis o meu segredo.
É muito simples: só se vê bem com o coração.
O essencial é invisível para os olhos."

Antoine de Saint-Exupéry