12 novembro, 2018

Para não cair no esquecimento

Negociações para livrar Temer de denúncia envolvem R$ 12 bilhões



As negociações do presidente Michel Temer com os deputados para garantir que a segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República seja sepultada na Câmara esta semana envolveram pelo menos R$ 12 bilhões — além de cargos e benesses de valor inestimável, como a mudança no combate ao trabalho escravo. Só de emendas parlamentares pagas desde o início de setembro foram R$ 881 milhões. Mas houve ainda uma frustração de receita com o novo Refis, estimada até o momento em R$ 2,4 bi; a desistência de privatizar Congonhas no ano que vem, cuja outorga era estimada em R$ 6 bi, e, por fim, a possibilidade de abdicar de R$ 2,8 bi com a anistia de parte das multas ambientais prevista no decreto editado...continue lendo...

Para refletir

Papa Francisco afirma que "O Evangelho não condena os ricos, mas a idolatria da riqueza, a idolatria que faz as pessoas indiferentes ao apelo dos pobres".

Francisco resumiu um versículo do Evangelho de Mateus, que é a declaração de missão essencial do seu pontificado.

"Eu estava com fome, eu estava com sede, eu estava na prisão, eu estava doente, eu estava nu e você me ajudou, me vestiu, me visitou, cuidou de mim".

"Cuidados com o próximo e para aqueles que são pobres, que sofrem no corpo e na alma, para aqueles que estão em necessidade: esta é a premissa. Isso é pauperismo? Não. É o Evangelho".

"Como podemos ver, esta preocupação com os pobres está no Evangelho, é dentro da tradição da Igreja, não é uma invenção do comunismo e ele não deve ser transformado em alguma ideologia, como tem acontecido algumas vezes antes no curso da história ", completou, numa aparente referência à teologia da libertação de inspiração latino-americana."

(Parte da entrevista publicada domingo, 11 de novembro de 2018) pelo jornal italiano La Stampa)

Para refletir

"Há certas coisas que cabem melhor dentro do silêncio; outras cabem muito mais ainda nas mãos de Deus." (Pe. Zezinho)


CEBI Maringá - Paraná


Maringá Encantado - Um Natal de Luz e Emoção



PROGRAMAÇÃO

NOVEMBRO

15/11 - Quinta-feira
Maringá
18h - Orquestra de Violas (Praça da Catedral de Maringá)
19h - Orquestra Unicesumar (Praça da Catedral de Maringá)
20h - Discurso do Prefeito Ulisses Maia (Praça da Catedral de Maringá)
20h10 - Chegada do Papai Noel (Praça da Catedral de Maringá)
20h20 - Entrega da chave da cidade ao Papai Noel (Praça da Catedral de Maringá)
20h30 - Show Pirotécnico (Praça da Catedral de Maringá)
21h - Show de Renato Teixeira (Praça da Catedral de Maringá)

16/11 -  Sexta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
20 h – Espetáculo Teatral "Histórias" da Cia Pedras (Palco da praça Renato Celidônio)

Iguatemi
19h – Atração Musical (Praça da igreja Católica)
20h – Chegada do Papai Noel (Praça da igreja Católica)
20h15 – Entrega da chave do distrito para o Papai Noel (Praça da igreja Católica)
20h30 – Show Pirotécnico (Praça da igreja Católica)
20h40 – Atração musical (Praça da igreja Católica)

17/11 -  Sábado
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19/30 – Show com a Banda Retrosense (Palco da Praça Renato Celidônio)

Iguatemi
17h às 18h - Espetáculo Teatral "Histórias" da Cia Pedras (Praça da igreja Católica)
19h – Banda Marcial Joubert de Carvalho (Praça da igreja Católica)

Floriano
17h às 18h – Espetáculo "Show dos Bichos" da Cia Mão Dupla (Praça da igreja Católica)

18/11- Domingo
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
17h30 às 18h30 – Espetáculo teatral "Porque o Mar Tanto Chora" dos alunos do colégio Platão (Palco da Praça Renato Celidônio)
19h30 às 20h30 – Show da Banda "Brazukeira Samba Soul"

19/11 - Segunda-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 às 20h30 - Espetáculo "Show dos Bichos" da Cia Mão Dupla (Palco da Praça Renato Celidônio)

20/11 - Terça-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 às 20h30 – Show da banda "Montanas Trio" (Palco da Praça Renato Celidônio)

21/11 - Quarta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 às 20h30 – Show da banda "Corda Crua" (Palco da Praça Renato Celidônio)

22/11 - Quinta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 às 20h30 – Show da banda "Lugaserfelck" (Palco da Praça Renato Celidônio)

23/11 - Sexta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel)
19h30 às 20h30 – Show da banda "Banzai" (Palco da Praça Renato Celidônio)

Floriano
19h – Atração Musical (Praça da igreja Católica)
20h – Chegada do Papai Noel(Praça da igreja Católica)
20h15 – Entrega da chave do distrito para o Papai Noel (Praça da igreja Católica)
20h30 – Show Pirotécnico (Praça da igreja Católica)
20h40 – Atração musical (Praça da igreja Católica)

24/11 - Sábado
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
20h – Coral "Nova Geração Kids" (Palco da Praça Renato Celidônio)

Floriano
19h às 20h30 – Apresentação musical "Celebrate" (Praça da igreja Católica)

25/11 - Domingo
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 – Espetáculo teatral "Magilhaço – O Grande Mágico Palhaço", da Cia Expressão de Amor (Palco da Praça Renato Celidônio)
20h – Apresentação "Um Auto de Natal Diferente – Muito Cheiro de Boneco e Gente", do Grupo Pau de Fita (Praça da igreja São José Operário)

26/11 - Segunda-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 às 20h30 – Show da banda "Quarto Mágico" (Palco da Praça Renato Celidônio)

27/11 - Terça-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
18h30 às 19h – Apresentação do coral Sesc -Seduc (Palco da Praça Renato Celidônio)
19h30 às 20h30 – Show com Stone Ferrari (Palco da Praça Renato Celidônio)

28/11 - Quarta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h - Coral do Colégio Adventista (Palco da Praça Renato Celidônio)
20h30 – Apresentação "Musical Celebrate" (Palco da Praça Renato Celidônio)

29/11 - Quinta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 – Show da banda "Montanas Trio" (Palco da Praça Renato Celidônio)
20h30 – Coral da Igreja Presbiteriana de Maringá (Palco da Praça Renato Celidônio)

30/11 - Sexta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 – Show da Banda Relicário (Palco da Praça Renato Celidônio)
20h – Banda da Apae e Coral (Parque do Japão)
21h – Chegada do Papai Noel no Parque do Japão (Parque do Japão)
21h10 – Show pirotécnico (Parque do Japão)
21h30 – Show da banda "Maringá Bass Ensenble" (Parque do Japão)

DEZEMBRO

1º/12 - Sábado
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 – show da Banda Lugaserfelck (Palco da Praça Renato Celidônio)

02/12 - Domingo
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
16h – Espetáculo teatral "Show dos Bichos", da Cia de Mão Dupla (Alfredo Nyffeler)
17h - Espetáculo teatral "Chuva de Contos", da Cia Anamá (Praça da igreja Católica)
19h – Apresentação do coral "Santa Cecília" (Parque do Japão)
19h – Show da banda "NH2" - (Palco da Praça Renato Celidônio)
20h – Apresentação "Um Auto de Natal Diferente – Muito Cheiro de Boneco e Gente", do Grupo Pau de Fita (Pátio da Igreja Santo Antônio)
20h30 - Apresentação do coral infantil do Colégio Adventista de Maringá (Palco da Praça Renato Celidônio)

03/12 - Segunda-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h - Coral da escola Pastor Macedo
20h - Parada de Natal (Praça da Catedral)
20h – Show da banda "Pipeline" (Palco da Praça Renato Celidônio)
20h30 – Apresentação do Quinteto de Metais "Vivace" (Parque do Japão)

04/12- Terça-feira
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
20h – Apresentação musical com Tijolo e Eneias (Palco da Praça Renato Celidônio)
20h – Coral do Colégio Adventista (Parque do Japão)

05/12 - Quarta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
18h30 – Apresentação do coral Sesc – Seduc (Palco da Praça Renato Celidônio)
19h – Coral "Instituto da Música" (Palco da Praça Renato Celidônio)
20h - Parada de Natal (Praça da Catedral)
20h – Show da banda "Retrosense" (Parque do Japão)
21h – Coral da Cocamar (Palco da Praça Renato Celidônio)

06/12 - Quinta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h – Show com a banda "Corda Crua" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Apresentação "Musical Celebrate" (Palco da praça Renato Celidônio)

07/12- Sexta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
18h – Coral Sanepar (Palco da praça Renato Celidônio)
19h – Show da banda "Relicário" Palco da praça Renato Celidônio)
20h - Parada de Natal (Praça da Catedral)
20h – Espetáculo teatral "Um Encontro de Romeu e Julieta", da Trindade Produções (Parque do Japão)
20h30 – Coral "Pró-Jesus" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Coral da Copel (Parque do Japão)
21h – Coral da Copel (Parque do Japão)

08/12 - Sábado
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 – Coral da Sanepar (Parque do Japão)
19h30 – Choro Itinerante (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Show da banda Pipeline (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Show da banda Quarto Mágico (Parque do Japão)

Floriano
20h - Apresentação "Um Auto de Natal Diferente – Muito Cheiro de Boneco e Gente", do Grupo Pau de Fita (Praça da igreja Católica)

09/12 - Domingo
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
16h – Apresentação "Orquestra de Bexigas", do grupo Meu Clown (Parque Alfredo Nyffeler)
19h30 – Show com Marcio e Rodrigo (Palco da praça Renato Celidônio)
20h - Apresentação "Um Auto de Natal Diferente – Muito Cheiro de Boneco e Gente", do Grupo Pau de Fita (Pátio da igreja São Judas Tadeu)
20h30 - Caravana de Natal da Coca-Cola (Praça Renato Celidônio)


Floriano
17h – Apresentação teatral "Um Encontro de Romeu e Julieta" (Praça da igreja Católica)

Iguatemi
17h – Apresentação teatral "Chuva de Contos", da Cia Anamá (Praça da igreja Católica)

10/12 - Segunda-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h – Apresentação musical "Maringá Brass Ensenble" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h - Parada de Natal (Praça da Catedral)
20h – Coral do Sesc – Seduc (Parque do Japão)

11/12- Terça-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
20h – Apresentação da band a"NH2" - (Palco da praça Renato Celidônio)
20h – Coral "Instituto da Música" (Parque do Japão)
21h – Coral da IV Igreja Presbiteriana (Palco da praça Renato Celidônio)

12/12 - Quarta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
20h - Parada de Natal (Praça da Catedral)
19h30 – Coral "Santa Cecília" (Palco da praça Renato Celidônio)
19h30 – Espetáculo teatral "Histórias", da Cia Pedras (Parque Alfredo Nyffeler)
20 – Apresentação da banda "Relicário" (Parque do Japão)
21h - Coral Fenab da AABB de Maringá

13/12 - Quinta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h – Show com a banda "Saxofonia Jazz Band" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Coral da 1ª Igreja Presbeteriana Independente de Maringá (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Coral da Igreja Presbeteriana Central de Maringá (Paruqe do Japão)

14/12 - Sexta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h – Show da banda "Retrosense" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h – Apresentação teatral "Um Encontro de Romeu e Julieta", da Trindade Produções (Parque do Japão)
20h - Parada de Natal (Praça da Catedral)
21h - Apresentação "Um Auto de Natal Diferente – Muito Cheiro de Boneco e Gente", do Grupo Pau de Fita (Palco da praça Renato Celidônio)

15/12 - Sábado
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h30 – Apresentação musical "The Blues is on the table" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Show da banda "Lugaserfelck (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Coral "Pró-Jesus" (Parque do Japão)

Iguatemi
20h - Apresentação "Um Auto de Natal Diferente – Muito Cheiro de Boneco e Gente", do Grupo Pau de Fita (Praça da Igreja)

16/12 - Domingo
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
16h – Show da banda Pipeline (Parque do Japão)
18h – Show com Marcio e Rodrigo (Parque do Japão)
19h – Apresentação com o harpista Ricardo Tondato (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Show com a banda "Quadro Mágico" (Palco da praça Renato Celidônio)

17/12 - Segunda-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
20h - Parada de Natal (Praça da Catedral)
20h – Show da banda NH2 (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Show com o "Quinteto de Metais Vivace" (Parque do Japão)

18/12 - Terça-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h – Apresentação musical "Maringa Brass Ensenble" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h – Auto de Natal Lírius (estacionamento da praça da Catedral)
20h30 – Coral "Vozes da Inclusão", da Sicredi União PR/SP (Parque do Japão)

19/12 - Quarta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h – Coral da IV Igreja Presbiteriana (Palco da praça Renato Celidônio)
19h30 – Apresentação teatral "Magilhaço – O Grande Mágico Palhaço", da Cia Expressão de Amor (Parque Alfredo Nyffeler)
20h - Parada de Natal (Praça da Catedral)
20h30 – Apresentação musical do grupo "Maringá Seresta" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h30 – Show com a banda "Corda Crua" (Parque do Japão)

20/12 - Quinta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h – Show da "Saxofonia Jazz Band" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h - Auto de Natal Lírius (estacionamento da praça da Catedral)
20h - Apresentação "Um Auto de Natal Diferente – Muito Cheiro de Boneco e Gente", do Grupo Pau de Fita (Parque do Japão)

21/12 - Sexta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (sem a presença do Papai Noel) (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h – Show com a banda "Retrosense" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h - Parada de Natal (Praça da Catedral)
20h – Apresentação teatral "Uma Noite Encantada" (Parque do Japão)
21h - Apresentação "Um Auto de Natal Diferente – Muito Cheiro de Boneco e Gente", do Grupo Pau de Fita (Palco da praça Renato Celidônio)
21h – Show com Jean e Cauê (Parque do Japão)

22/12 - Sábado
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
19h – Show com a Banda Banzzai (Palco da praça Renato Celidônio)
19h – Apresentação muscial com a "Maringa Brass Ensenble" (Parque do Japão)
20h - Auto de Natal Lírius (estacionamento da praça da Catedral)
21h – Apresentação com o "Quinteto de Metais Vivace" (Palco da praça Renato Celidônio)

23/12 - Domingo
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)
16h – Apresentação teatral "Magilhaço – O Grande Palhaço Mágico" (Parque Alfredo Nyffeler)
19h - Apresentação musical "Maringa Brass Ensenble" (Palco da praça Renato Celidônio)
20h – Show com a banda "NH2" (Parque do Japão)
20h - Apresentação "Um Auto de Natal Diferente – Muito Cheiro de Boneco e Gente", do Grupo Pau de Fita (Pátio da igreja São Miguel Arcanjo)
20h30 – Show com a banda "Quarto Mágico" (Palco da praça Renato Celidônio)

24/12 - Segunda
A definir

26/12 - Quarta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)

27/12 - Quinta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)

28/12 - Sexta-feira
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)

29/12 - Sábado
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)

30/12 - Domingo
Maringá
15h às 00h – Casinha do Papai Noel (estacionamento da praça Renato Celidônio)

31/12 - Segunda-feira
Iguatemi
22h – Benção do Padre (Praça da igreja Católica)
22h10 – Show com sorteio de prêmios (Praça da igreja Católica)
23h59 – Contagem regressiva e show pirotécnico (Praça da igreja Católica)

Floriano
22h – Benção do Padre (Praça da igreja Católica)
22h10 – Show com sorteio de prêmios (Praça da igreja Católica)
23h59 – Contagem regressiva e show pirotécnico (Praça da igreja Católica)

JANEIRO

03/01 - Quinta-feira
Maringá
20h – Show da banda "Corda Crua" (Parque do Japão)

05/01 - Sábado
Maringa
17h – Show com a banda "Montanas Trio" (Parque do Japão)
20h30 – Apresentação musical com o "Quinteto de Metais Vivace" (Parque do Japão)

06/01 - Domingo
Maringá
20h – Apresentação teatral "Show dos Bichos", da Cia Mão Dupla (Parque do Japão)

12/01 - Sábado
Maringá
20h – Show com a banda "Lugaserfelck" (Parque do Japão)

09 novembro, 2018

Para Refletir

“Não importa onde você parou... Em que momento da vida você cansou... O que importa é que sempre é possível e necessário recomeçar.
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo... É renovar as esperanças na vida, e o mais importante...Acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período? Foi aprendizado... Chorou muito? Foi limpeza da alma... Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las um dia... Sentiu-se só por diversas vezes? É porque fechastes a porta até para os anjos...
Acreditou em tudo que estava perdido? Era o inicio de tua melhora... Queira o melhor do melhor... Se pensamos pequeno... Coisas pequenas teremos... Mas, se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor... O melhor vai se instalar em nossa vida. Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura.” (Carlos Drummond de Andrade)

08 novembro, 2018

Para advogados, fim de ministério prejudica trabalhador, empresas e Justiça


Preocupante
Más do que nunca é preciso torcer e rezar para que seja anexado num bom ministério e que estes advogados estejam errado.
Leiam a matéria a baixo.




Para advogados, fim de ministério prejudica trabalhador, empresas e Justiça

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), confirmou o fim do Ministério do Trabalho (MTE) nesta quarta-feira (7). Sem dar mais detalhes, afirmou que a pasta será "anexada a algum ministério".

Criado em 1930 por Getúlio Vargas sob o nome Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio, a pasta é uma das mais antigas e duradouras da história brasileira. Entre suas principais funções estão organizar a relação entre sindicatos, trabalhadores e empresas e garantir a estabilidade nestas relações.

Anexar o Ministério do Trabalho a outra pasta teria que impactos? Como afetaria empresas e trabalhadores? O UOL ouviu especialistas em direito trabalhista e relações de trabalho para entender as possíveis consequências da decisão.

Ministério 'indispensável'
As discussões sobre empregabilidade e suas condições passam diretamente pelo Ministério do Trabalho e Emprego, segundo o advogado trabalhista Ivandick Rodrigues, professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie.
É uma perda para a democracia, especialmente em um cenário como o atual, em que se debate muito o desemprego
Ivandick Rodrigues, professor do Mackenzie

O juiz Guilherme Feliciano, presidente da Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho), também disse lamentar a decisão.

"O MTE é uma instituição que carrega tradição de 88 anos, sempre protagonizou uma pasta ministerial", afirmou. "Como todos sabemos, é um valor constitucional referido entre os fundamentos da República. [Sua extinção] seria péssimo para as relações sociais."

Fiscalização pode ser comprometida
Segundo os especialistas ouvidos pelo UOL, a função mais importante e que deve ser a mais afetada é a de fiscalização. Para o advogado trabalhista Thiago Barison, doutor em direito do trabalho pela USP (Universidade de São Paulo), o Ministério do Trabalho é indispensável e, em vez de ser anexado, deveria ser fortalecido e modernizado.

"O MTE tem funções fiscalizatórias. Precisamos fazer a fiscalização avançar para a era da internet. Perder esta especialização e este know-how é um retrocesso", afirmou o advogado. "[O MTE] Deveria ter a mesma tecnologia fiscalizatória que a Receita Federal."

"O ideal é: qualquer trabalho prestado é objeto de fiscalização, tributação e, portanto, segurança. Segurança contra riscos ambientais, sociais e econômicos", disse Barison.

As normas fiscalizatórias podem sofrer uma grande perda. Se não há quem fiscalize, como elas serão mantidas? Como será feita esta organização?
Ivandick Rodrigues, professor do Mackenzie

Lista suja do trabalho escravo
Entre os avanços do ministério, os especialistas citaram a lista suja do trabalho escravo, que denuncia empresas pela prática do crime.

Não é segredo para ninguém que trabalho análogo à escravidão e infantil ainda são realidade no Brasil. É preciso ter algum órgão do Executivo que fique de olho
Ivandick Rodrigues, professor do Mackenzie

Feliciano disse que, até 1995, o Brasil se recusava a reconhecer a existência de trabalho escravo contemporâneo no país. "Depois, nós nos tornamos referência para o mundo no combate à escravidão contemporânea", afirmou o magistrado.

Ruim para o bom empregador
Não são só os trabalhadores que devem sair perdendo, segundo os entrevistados. A mudança pode prejudicar todo o ciclo do emprego, inclusive as empresas.

"A extinção do MTE abre espaço para concorrência desleal, à base de superexploração, prejudicando os bons empregadores", disse Barison.

"A propagação das normas do trabalho visa ao equilíbrio. Em um cenário de competitividade entre empresas, quem não cumpri-las [em busca de diminuir custos] é punido. Logo, extinguir quem fiscaliza penaliza os bons empregadores, porque os ruins não serão fiscalizados", afirmou Rodrigues.

Mais ações na Justiça
Além disso, com a queda na fiscalização, a tendência é que haja aumento no número de processos trabalhistas na Justiça, pois, segundo os advogados, cria-se "insegurança jurídica".

"Quanto menor a fiscalização, mais ações trabalhistas. Fiscalizar é melhor porque é preventivo", afirmou Barison.

"O que poderia ser resolvido com fiscalização pelo Executivo cai no Judiciário, que já é lento e oneroso. Os problemas não vão desaparecer, vão se agravar", afirmou Rodrigues.

Menos pastas com mais eficiência?
A possível extinção do MTE faz parte de um programa mais amplo do futuro governo Bolsonaro, que pretende diminuir o número de ministérios, para enxugar a máquina pública, sem perder a eficiência. Os especialistas dizem não acreditar que isso vá funcionar nesse caso.

"Vamos pegar a CLT [Consolidação das Leis do Trabalho)] como exemplo. Ela usa o MTE para fixar uma série de normas, como o Artigo 162, que trata de serviços especializados em segurança e em medicina do trabalho. Alguém terá de assumir [esta regulamentação], mas quem vai expedir? O Ministério da Saúde? Ou será criada uma nova secretaria?", disse Rodrigues. "É uma insegurança muito grande."

"A fiscalização do trabalho passaria para que órgão? Para o Ministério da Justiça? E os recursos que são geridos pelo FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) e pelo FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que, somados, são da ordem de R$ 1 trilhão, seriam geridos com que finalidade, a partir de que planejamento?", disse Feliciano.

Para o magistrado, este possível desmembramento só prejudicaria as políticas públicas promovidas pelo ministério. "Hoje, de qualquer maneira, o MTE realiza uma gestão com foco claro: fomenta a empregabilidade e as políticas públicas de carência social", afirmou. "Afora as diversas políticas públicas que poderiam ser descontinuadas [com seu fim]."

--------------
Lucas Borges Teixeira
Colaboração para o UOL, em São Paulo
07/11/2018 20h01
economia.uol.com.br

52ª Dia Mundial da Paz


"A boa política está a serviço da paz", tema do Dia Mundial da Paz 2019



"A boa política está a serviço da paz", tema do Dia Mundial da Paz 2019

52ª Dia Mundial da Paz, a ser celebrado em 1° de janeiro de 2019.

"A responsabilidade política pertence a cada cidadão, em particular a quem recebeu o mandato de proteger e governar".

 “A boa política está a serviço da paz” é o tema da mensagem do 52ª Dia Mundial da Paz, que será celebrado em 1° de janeiro de 2019, divulgado nesta terça-feira (06/11).

“A responsabilidade política pertence a cada cidadão, em particular a quem recebeu o mandato de proteger e governar. Esta missão consiste em salvaguardar o direito e incentivar o diálogo entre os membros da sociedade, entre gerações e culturas”, ressalta uma nota da Sala de Imprensa da Santa Sé.

“Não há paz sem confiança recíproca e a confiança tem como primeira condição o respeito pela palavra dada. O compromisso político, uma das mais altas expressões da caridade, traz a preocupação pelo futuro da vida e do planeta, dos jovens e das crianças, em sua sede de realização”, destaca ainda o texto.

Segundo a nota, “quando o homem é respeitado em seus direitos, como recordava São João XXIII na Encíclica Pacem in terris (1963), germina nele o sentido do dever de respeitar os direitos dos outros”.

“Os direitos e deveres do ser humano aumentam a consciência de pertencer a uma mesma comunidade, com os outros e com Deus. Portanto, somos chamados a levar e anunciar a paz como a boa nova de um futuro em que todo ser humano será considerado em sua dignidade e seus direitos”, conclui a nota da Sala de Imprensa da Santa Sé.


Fonte: Vatican News

07 novembro, 2018

III Feira de Economia Solidária da Universidade Estadual de Maringá (UEM)


“Zero violência - 100% AMOR”



Em 2018 a Pastoral da Criança completa 31 anos na Arquidiocese de Maringá. Por ocasião da data, no dia 11 de novembro (domingo) será realizado um grande ato público contra a violência infantil. O evento “Zero violência - 100% AMOR” terá início às 15h30 na praça da Catedral.

“O objetivo é despertar a sociedade para a redução da violência contra a criança e promover a ternura”, explicaLeilane Rodrigues, coordenadora da Pastoral na Arquidiocese de Maringá.

Durante o evento haverá palestras educativas,  apresentações culturais e momentos de oração.

A Pastoral da Criança na Arquidiocese de Maringá conta com o apoio voluntário de 1.400 líderes capacitadas. Em média, dez mil crianças recebem atendimento mensal.

Fonte: Site da Arquidiocese de Maringá

"Críticos" e "Provocadores”



Uma vez procurei entender a diferença entre "críticos" e "provocadores', e depois de ler mais de um texto sobre o assunto, conclui que:

Não nos confundamos, provocadores não são críticos. Uma crítica se direciona a algo, porque o crítico foi capaz de adentrar neste algo, geralmente um trabalho, uma ideia, uma produção qualquer planejada ou materializada, e diante da sua visão, constrói um ponto de vista, que pode ser positivo ou não.

Já a provocação, ela tenta tomar uma coisa como desculpa, seja um comportamento, um trabalho, uma forma de pensamento, enfim, uma produção de qualquer natureza, mas direciona uma ofensa à pessoa que realizou ou manifestou esse “algo”.

Então, a crítica parte de algo, fala de algo e se direciona a algo, apenas indiretamente referindo-se ao alguém que produziu ou manifestou esse “algo”. A provocação atropela o “algo” e o usa como desculpa para se direcionar a alguém de forma ofensiva.

Para refletir


A vida não é tempo para possuir, mas para amar


06 novembro, 2018

Hospital Colônia de Barbacena: "O Holocausto Brasileiro" - Documentário ...

"Neste documentário sobre o Hospital Colônia de Barbacena, o "campo de concentração" do Brasil, encontramos a mesma situação identificada por Hannah Arendt nos oficiais nazistas: a banalização do mal... tome coragem e assista, para conhecer essa triste página de nossa história recente..." (Donizeti Ganzá)