01 março, 2019

Bom carnaval a todas e a todos! - "Carnaval é a Alegria Popular"

'Carnaval é a Alegria Popular'

“Carnaval é a alegria popular. Direi mesmo, uma das raras alegrias que ainda sobram para a minha gente querida. Peca-se muito no carnaval? Não sei o que pesa mais diante de Deus: se excessos, aqui e ali, cometidos por foliões, ou farisaísmo e falta de caridade por parte de quem se julga melhor e mais santo por não brincar o carnaval. Estive recordando sambas e frevos, do disco do Baile da Saudade: ô jardineira por que estas tão triste? Mas o que foi que aconteceu… Tu és muito mais bonita que a camélia que morreu. Brinque, meu povo povo querido! Minha gente queridíssima. É verdade que quarta-feira a luta recomeça. Mas, ao menos, se pôs um pouco de sonho na realidade dura da vida!”

(Dom Hélder Câmara)


Lula liberado para o velório do seu neto.

A juíza Carolina Lebbos autorizou na tarde desta sexta-feira 1 que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba, compareça ao velório do seu neto. Arthur, de apenas sete anos, faleceu nesta manhã, vítima de meningite.

Segundo a Lei de Execução Penal, em seu artigo 120, todo preso tem direito de sair da cadeia, desde que escoltado, para comparecer ao velório de cônjuge, irmãos, ascendente ou descendente. Como neto se classifica como descendente, a justiça concedeu esse direito a Lula.

Neto de Lula morre aos 7 anos vítima de meningite



Arthur Araújo Lula da Silva, neto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, morreu na manhã desta sexta-feira 1, vítima de meningite meningocócica. Arthur tinha 7 anos e havia sido internado na manhã de hoje com febre alta e “quadro instável” no hospital Bartira, em Santo André.

Em nota, o hospital confirmou o falecimento: “O paciente Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, veio a óbito às 12h11, devido ao agravamento do quadro infeccioso de meningite meningocócica. O paciente havia dado entrada às 07h20 desta manhã”.

Há um mês, o irmão de Lula,  Genival Lula da Silva, o Vavá, faleceu e Lula foi impedido de  comparecer ao velório. 


Será que também vai ser impedido de ir ao velório do neto?

Mais uma sobrinha. Uma bonequinha.


Mais uma sobrinha. Eduarda. Uma bonequinha.

Mistério para ser acolhido e a certeza que a cada criança que nasce e a  evidência   que o nosso Deus acredita na humanidade.

Ser Tia
Ser tia é amar a quem nós pertencemos.
É acompanhar a vida de quem vive outras histórias e que faz parte da sua.
É algo lindo, maravilhoso.
É decididamente apaixonante e fascinante.