27 abril, 2012

Estou a caminho do 6º Intereclesial das CEBs do Paraná

Estou a caminho do 6º Intereclesial das CEBs do Paraná, volto a postar na terça feira (1º de Maio)

O 6º Intereclesial está no plano de ação do 13º Intereclesial Nacional das CEBs e acontecerá de 28 a 30 de abril, na cidade de Jacarezinho.
O objetivo será aprofundar o tema “Justiça e profecia a serviço da vida” e o lema “CEBs romeiras do Reino no campo e na cidade”, discutindo questões que exigem uma atitude profética, justa e sustentável das CEBs no campo e cidade.
Diante do contexto socioeconômico, muitas pessoas nascem e se criam à margem de qualquer oportunidade de estudo e trabalho e, por consequência, sem horizontes mais amplos. Deparamo-nos com um modelo político e econômico que, impulsionado pelo motor do lucro e da acumulação de capital, abandona, ao desdém e à própria sorte, boa parcela do povo.
Dos nossos campos e das nossas cidades nos chega o clamor por justiça, partilha e paz. Nós, Igreja, temos que ser presença solidária, alguém que pare, olhe, escute, dê atenção.
O assessor geral do 6º Intereclesial das CEBs do Paraná será o padre Vileci Basílio Vidigal, da cidade de Juazeiro do Norte – Ceará. Ele é o coordenador do 13º Intereclesial Nacional das CEBs, que será realizado entre os dias 7 e 11 de janeiro de 2014, em Crato, no Ceará.
É esperado representantes das 18 Dioceses do Regional Sul II, Paraná. Haverá a participação ainda de dois representantes da Argentina e três representantes do Estado de São Paulo.
Os Intereclesiais são encontros que envolvem todas Arqui/Dioceses do Paraná, mantendo vivo o elo entre as comunidades e cumprindo a finalidade de ser memória viva da caminhada da Igreja. 

Sugestão de Leitura

Como sugestão de leitura apresento três reflexões que convida-nos à reflexão do Evangelho que muitas de nossas igrejas proclamarão nesse próximo final de semana.
- O amor de Jesus às pessoas não tem limites
A vocação: um chamado à dignidade
- Jesus é o Bom Pastor

23ª Romaria do Trabalhador/a - Arquidiocese de Maringá

Mensagem dos Bispos do Brasil sobre a celebração do 50º aniversário do Concílio Ecumênico Vaticano II

Os bispos do Brasil aprovaram uma mensagem sobre a celebração do 50º aniversário do Concílio Ecumênico Vaticano II. Leia aqui

26 abril, 2012

Almoço beneficente para a II Caminhada da Diversidade

Chega de chove e não molha prefeito

...Senhor prefeito Silvio Barros II, permita-me e perdoe-me pela franqueza: se for para Vossa Excelência ficar nesse chove e não molha de pedir licença e reassumir, pedir licença e reassumir…, conforme ventila-se, é melhor que renuncie de vez e se mude logo para a capital. O povo de Maringá não tem nariz de palhaço. E a cidade está acima de qualquer jogo de interesse.

25 abril, 2012

IV Encontro Regional de Economia Solidária do Noroeste do Paraná

Audiência Pública para debater o tratamento de resíduos sólidos

A Comissão de Ecologia e Meio Ambiente da Assembléia Legislativa do Paraná realizará uma audiência pública para debater o tratamento de resíduos sólidos no Estado. Organizado pelo deputado Luiz Eduardo Cheida (PMDB) e Luciana Rafagnin (PT), o evento será das 8h30 até as 13h30 dessa quinta-feira na sede do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), cidade de Maringá-Pr. Vereadores, deputados, representante do Ministério Público do Trabalho, da Igreja Católica, da Secretaria de Meio Ambiente, do Instituto Ambiental do Paraná, universidades e outros órgãos confirmaram presença na audiência. 

Feira de Flores da Casa de Emaús na Festa da Canção

24 abril, 2012

Não pise na grama!

Domingo, dia 22 de abril de 2012. Estávamos na Praça Floriano Peixoto, citadinos de Belo Horizonte, prestigiando o Festival Palavra Som. À exceção das cercas que privavam as pessoas de desfrutar o lindo verde da grama, tudo conspirava para o bem: boa música, bons amigos, ambiente amistoso e feliz.
Minutos antes da última apresentação do Festival, uma amiga e também produtora do evento, comunicou-me a prisão de outro amigo, o jovem estudante de arquitetura e urbanismo Fernando Soares. O motivo: ele, freqüentador cotidiano da dita praça, havia pisado na grama, rompido a cerca da vergonha e contestado o cerceamento irracional do espaço público. Os agentes municipais, guardas e fiscais, não habituados ao diálogo, logo o algemaram, sob a mira das temíveis armas de choque amarelas. Veio a polícia que o conduziu algemado até a viatura. Leia na íntegra

Enquanto morar for um privilégio, ocupar é um direito!

As condições de vida real do povo não estão coloridas como aparecem na propaganda dos partidos políticos e na grande imprensa. Infelizmente, a injustiça social e ambiental está crescendo e a classe trabalhadora, cada vez mais marginalizada, não está tolerando mais a corda no pescoço. Como uma panela de pressão no fogo, nas entranhas da vida social há efervescência e ebulição. Eis alguns exemplos, abaixo.
Sem agüentar mais a cruz do aluguel que come no próprio prato ou as agruras da sobrevivência sob favor de parentes, o que é muito humilhante, ou ainda sobreviver na insegurança de áreas de risco, no final de março de 2012, algumas famílias ocuparam um pequeno terreno em uma ponta de rua...continue lendo...

Bem-aventurados os últimos? De Sêneca a Bernanos, toda a miséria do mundo

A verdadeira escolha de Cristo e do cristão não é tanto pela pobreza, entendida como um sujeito social negativo, causa de abjeção da dignidade humana, mas sim pelo pobre que deve ser libertado desse status de humilhação.
Apresento um trecho da contribuição do cardeal Gianfranco Ravasi, presidente do Pontifício Conselho para a Cultura, publicado em livro de coautoria de Adriano Sofri, intitulado Beati i poveri in spirito, perché di essi è il regno dei cieli [Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o reino dos céus] (Ed. Lindau).
O trecho foi publicado no jornal La Repubblica, 20-04-2012. A tradução é de Moisés Sbardelotto. Leia aqui

Indígenas desafiam fronteiras e se unem contra grandes obras na América Latina

Desafiando as fronteiras nacionais, indígenas de países latino-americanos estão se articulando de forma inédita na oposição a obras que afetam seus territórios e a políticas transnacionais de integração. Leia a reportagem de João Fellet e publicada pela BBC Brasil

Presidenta Dilma diz que prefere ver o governo perder a anistiar desmatadores

No primeiro sinal de enfraquecimento dos ruralistas na Câmara, o deputado Paulo Piau (PMDB-MG) acenou ontem com a possibilidade de mudar seu relatório sobre a reforma do Código Florestal "até a hora da votação", prevista para hoje, em troca de um acordo com o governo.
A reportagem é de Marta Salomon e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, 24-04-2012.
A presidente Dilma Rousseff (PT) reiterou ontem que prefere ver o governo perder a concordar com a anistia a desmatadores. Isso significa que a chance de um acordo para a votação está cada vez mais distante se os ruralistas insistirem na oposição à exigência de faixas mínimas de recuperação das áreas de preservação permanente...continue lendo...

23 abril, 2012

23ª Romaria do Trabalhador/a da Arquidiocese de Maringá

Com o tema: “Saúde + Trabalho = Vida Plena”, e lema: “Esperança de novos céus e nova terra (2Pd 3,13)”, no dia 1º de maio acontecerá na Paróquia Santa Isabel de Portugal a 23ª Romaria do Trabalhador e da Trabalhadora. Em comunhão com o Texto-Base da Campanha da Fraternidade, essa Romaria objetiva refletir sobre as condições de saúde às quais estão sujeitos os trabalhadores e as trabalhadoras. É, também, um momento profético, um kairós, na vida da Igreja que ao denunciar as estruturas de injustiça, anuncia a esperança em “novos céus e nova terra” (2Pd 3,13), a onde o conceito de Bem Viver (o bem viver é sinônimo de “vida boa”, o que hoje denominamos de “qualidade de vida”, e que o Evangelho, em Jo 10,10, chama de “Vida em plenitude” – reflexão proposta pela 5ª Semana Social Brasileira), esteja ao alcance de todos, de tal modo que todos possam ter acesso à saúde de qualidade, na prevenção e tratamento das enfermidades.

A reflexão sobre a questão da saúde nos remete também à nossa Constituição Federal de 1988 que estabelece na seção II- Da Saúde: Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.

Infelizmente, em nossa região, a questão da precarização da saúde vem desafiando a nossa consciência cristã. Por exemplo, no Hospital Regional Universitário, em Maringá, se tem concretamente, a face das feridas sociais no desrespeito pela dignidade do (a) cidadão (ã). A falta de infraestrutura, a insuficiência de recursos humanos e financeiros, desencadeia a situação de pessoas nos corredores pela falta de leitos, de salas cirúrgicas. Os(as) trabalhadores(as) da área da saúde sofrem pelas más condições de trabalho, a excessiva carga horária em plantões e escalas de serviço e a baixa remuneração. Os(as) trabalhadores(as) doentes sofrem pelo descaso com a saúde pública.

Os princípios da Carta dos Direitos dos Usuários da Saúde (2009) não são efetivados. Os(as) cidadãos(ãs) não são atendidos(as) com ordem e organização. Não se tem garantido o direito ao atendimento com qualidade e humanizado. Em meio a essa exclusão, a ARAS- Associação de Reflexão e Ação Social vem fortalecer atitudes concretas para a defesa, o cuidado e a promoção do valor da vida. O novo céu e a nova terra que esperamos alcançar exige luta, esforço, organização contra os interesses do capital. Nesse sentido e confiantes Nele que nos faz fortes, continuemos na luta pela saúde para todos (as): “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância” (cf. Jo 10,10).

Venham! Mobilizem-se e organizem as suas caravanas.
1º de maio de 2012 - 13h30
Paróquia Santa Isabel - Maringá

Fonte: ARAS - Associação de Reflexão e Ação Social

Participação de mulheres deve chegar a 45%

A participação das mulheres na força de trabalho do Brasil deve chegar a 45% ao fim desta década, de acordo com os dados da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad) - em 1980, a presença das brasileiras era de 31,3%. "Essa previsão de crescimento já era esperada. Atualmente, mais de 30% das famílias são chefiadas por mulheres", diz Denise Delboni, professora de Relações Trabalhistas da Faculdade de Economia da Faap.
A reportagem é de Luiz Guilherme Gerbelli e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, 22-04-2012.
Denise lembra que as mulheres ainda ganham cerca de 20% menos do que os homens que estão no mercado de trabalho. "Elas se candidatam a trabalhos mais rotineiros e que pagam menos", afirma. "Com os salários mais baixos das mulheres, o rendimento das famílias acaba sendo menor", diz Denise.
A entrada das mulheres no mercado de trabalho é, na avaliação dela, outro fator que contribuiu para a redução do aumento da força de trabalho.

20 abril, 2012

Livro “Juventude em pauta: políticas públicas no Brasil”

De acordo com as pesquisas do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a população jovem (15 a 29 anos) do Brasil, em 2010, era de 51 milhões de pessoas. Num país jovem como o Brasil, é imprescindível que haja discussões voltadas para a construção de políticas públicas voltadas para essa população.
Pensando nisso, Maria Virgínia de Freitas, socióloga e coordenadora da área de Juventude da Ação Educativa e por Fernanda de Carvalho Papa, comunicadora social e ex-diretora de projetos da Fundação Friedrich Ebert no Brasil resolveram publicar o livro Juventude em pauta: políticas públicas no Brasil, que será lançado no dia 23 de abril, das 19h às 21h30, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, Avenida Paulista, 2.073, São Paulo.
O livro reúne autores que trazem contribuições de lados muito diversos. São 23 artigos de pesquisadores, gestores e jovens militantes de diferentes organizações sociais originados do seminário "Políticas públicas: juventudes em pauta”, realizado em dezembro de 2010, em São Paulo.
A obra é dividida em 3 partes: Balanço das políticas, Juventude e participação: visões de jovens militantes e Concepções, Questões, Atores e Construção das Políticas. Os textos da primeira parte foram escritos antes do Seminário, são balanços sobre a educação, trabalho, cultura, saúde, segurança e participação. Eles foram distribuídos, debatidos durante o evento, e reformulados para participar do livro, incorporando aspectos da discussão da obra. Mais informações

Sugestão de Leitura

Jesus e um bom peixe assado

No evangelho que será proclamado em várias igrejas nesse próximo domingo (Lucas 24,36-49), Jesus come peixe com seu grupo. Como sugestão de leitura apresento a reflexão de Edmilson Schinelo: Jesus e um bom peixe assado

Valor de ingressos para os shows da 40ª Expoingá

A Sociedade Rural de Maringá (SRM), entidade promotora da 40ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá, definiu o preço dos ingressos para aos shows desta 40ª edição. Para os quatro primeiros shows o ingresso será vendido a R$ 40 entrada inteira e R$ 20 a meia entrada. 1
10 de maio (quinta-feira) – GUSTTAVO LIMA;
11 de maio (sexta-feira) - FERNANDO E SOROCABA;
12 de maio (sábado) – LUAN SANTANA;
13 de maio (domingo) - JORGE E MATHEUS.
No dia 14 de maio (segunda-feira), dia em que será comemorado o aniversário da Maringá, a entrada para o show de ALMIR SATER será apenas a arrecadação de 1 quilo de alimento não perecível. No dia 15 (terça-feira) o acesso para a Expoingá será feito através da doação de produtos de higiene pessoal ou agasalhos. Uma vez dentro da feira, a entrada da Arena de Shows e Rodeios será livre; o local tem capacidade máxima para 14 mil pessoas. O show neste dia será com ANJOS DE RESGATE. No dia 16, para os shows dos cantores VICTOR e MATHEUS e KATHELLEN e SANTIAGO, a entrada tanto para o show quanto para o parque será de R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia).
O ingressos de acesso aos shows e rodeios também darão acesso às demais atrações do Parque. Já para os visitantes que não desejam assistir aos shows e rodeios, existe a opção de comprar um ingresso que dará acesso aos pavilhões, exposições, parque de diversões e demais atrações da Feira, pagando apenas R$ 6 inteira e R$ 3 meia entrada.
Para os rodeios que serão realizados nos dias 17, 18, 19 e 20 de maio os ingressos podem ser adquiridos no valor de R$20 entrada inteira e R$10 a meia entrada. A abertura do rodeio contará com a participação da dupla Kaco e Neto.
POSTOS DE VENDA: Lojas BJ Santos, Casas Ajita, Posto Canadá e Posto Dubai. Os ingressos em breve estarão disponíveis nesses locais.

19 abril, 2012

População indígena se expandiu para 80,5% dos municípios do país

Dados do Censo 2010 apontam que os indígenas estão presentes em 80,5% dos municípios brasileiros – um total de 4.480 cidades, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o Censo de 1991, em 34,5% dos municípios brasileiros residia pelo menos um indígena autodeclarado. No Censo de 2000, esse percentual cresceu para 63,5% e, de acordo com o Censo 2010, chegou a 80,5% dos municípios brasileiros. As 817 mil pessoas que se autodeclararam indígenas no Censo 2010 representam 0,4% da população nacional. Não foram alvo da pesquisa os povos indígenas brasileiros considerados “índios isolados”, os quais, pela própria política de contato, não foram entrevistados. Segundo o Censo 2010, dos 315 mil indígenas que residem nas áreas urbanas, a maior participação (33,7%) foi encontrada na região Nordeste – superando o Sudeste, que era líder de participação indígena urbana nos Censos de 1991 e 2000 – e entre os 502 mil residentes das áreas rurais, a região Norte manteve a maior concentração (48,6%). Mais informações

18 abril, 2012

Convite Audiência Pública em Maringá - O risco da incineração de resíduos sólidos urbanos

Fórum Estadual do Paraná Lixo&Cidadania e Fórum Intermunicipal Lixo&Cidadania – Maringá, Sarandi e Paiçandu estarão realizando uma Audiência Pública amanhã, dia 19 de abril, às 9hs da manhã, na Câmara de Vereadores de Maringá. O risco da incineração de resíduos sólidos urbanos será o tema da audiência pública. Veja aqui a programação e mais informações

Representante do movimento gay pede a Dom Anuar criaçao da Pastoral da Diversidade

O que começou como uma polêmica entre gays e católicos na cidade de Maringá, terminou com a possibilidade de criação da Pastoral da Diversidade pela igreja paranaense. O assunto foi levantado durante reunião ocorrida na manhã de terça-feira (17) entre o representante do movimento gay e o arcebispo da cidade de Maringá Dom Anuar Battisti. O encontro foi agendado depois da polêmica envolvendo o trabalho da artista plástica Elisa Riemer, que produziu um cartaz virtual para divulgar a Parada LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) de Maringá, marcada para 20 de maio. Leia na íntegra a reportagme de Emerson Dias, no UOL

17 abril, 2012

Jornada Mundial da Juventude

Nota da Arquidiocese de Maringá sobre o cartaz da parada gay que utiliza a figura da Catedral

Respeitando todos e todas que se sentem ofendidos na sua fé, a Arquidiocese de Maringá, respeitosamente solicita a retirada do cartaz sobre a parada gay de todos os meios de comunicação.

Referente ao cartaz sobre a parada gay, que utiliza a figura da Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória, a Arquidiocese de Maringá tem a declarar:

1 - A Igreja Católica não tem a pretensão de domesticar a sociedade, impondo-lhe seus princípios e valores.

2 - A Igreja entende-se portadora de uma mensagem de salvação destinada ao verdadeiro bem da sociedade.

3 - A Igreja defende que sua pregação é uma proposta livre, apesar da diversidade social existente, que ela respeita, ainda que nem sempre concorde com todos os modelos de comportamento.

4 - A Igreja afirma que a Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória, antes de símbolo de Maringá, é um símbolo religioso da fé da maioria dos maringaenses.

5 - Por essa razão, lamenta o uso dado ao cartaz aludido, que confronta com o pensamento e a opinião religiosa da parcela maior da comunidade maringaense.

A Arquidiocese de Maringá, representando todos aqueles que se sentem ofendidos na sua fé, vem respeitosamente solicitar a retirada do referido cartaz de todos os meios de comunicação.

Invocando de Deus as bênçãos para todos, a fim de vivermos em clima de harmonia e respeito mútuo,

Dom Anuar Battisti
Arcebispo Metropolitano
Maringá, 16 de abril de 2012.

Agente das CEBs do Maranhão é assassinado

O assassinato de Raimndo Alves Borges, conhecido como Cabeça, agente das Comunidades Eclesiais de Base da diocese de Viana, MA, é denunciada e repudiada pela Equipe Regional das CEBS do Maranhão.

Eis a nota de pesar e repúdio.

Estarrecida, a sociedade maranhense recebe mais uma notícia da cruel situação em nosso Estado, ao ser informado sobre o assassinato do senhor Raimundo Alves Borges (conhecido como Cabeça), trabalhador rural, líder sindical e agente das Comunidades Eclesiais de Base da diocese de Viana, ocorrido em Buriticupu, no dia 14 de abril e 2012.
Tudo indica que se trata mais uma vez da agressiva disputa do latifúndio porque “cobiçam campos, e os roubam; querem uma casa, e a tomam.” Assumimos a voz profética de Miquéias que vaticina: “São vocês os inimigos do meu povo: de quem está sem o manto, vocês exigem a veste; a quem vive tranqüilo, vocês tratam como se estivesse em guerra; vocês expulsam da felicidade de seus lares as mulheres do meu povo, e tiram dos seus filhos a liberdade que eu lhes tinha dado para sempre.” Cabeça foi uma dessas pessoas que lutava e se empenhava e não media forças para defender os direitos mais sagrados dos seus companheiros. Foi por isso que lhe foi tirada a vida.
Não é a primeira vítima da violência que sofreu uma agressão mortal no município de Buriticupu. Como nas outras vezes, não podemos ficar calados diante de mais esse fato de profunda injustiça. E cobramos do Governo do Estado, dos responsáveis pela Segurança Pública, do Poder Judiciário medidas enérgicas para que sejam apuradas as responsabilidades pela morte de Raimundo, que sejam em definitivo resolvidas as questões de posse e uso da terra em nosso Estado em favor daqueles que dela precisam para trabalhar e viver, e que os Direitos das Pessoas que permanecem aguardando soluções douraduras sejam respeitados pelo poder público.

Santa Inês, 15 de abril de 2012
Equipe Regional das CEBS do Maranhão

17 de abril, é Dia de Luta pela Terra

É louvável ver o desenvolvimento econômico do Brasil hoje, entretanto uma das lacunas mais graves desse desenvolvimento é a falta de uma política agrícola voltada para o povo brasileiro e de uma justiça no campo. Há 16 anos, em Eldorado de Carajás, no sul do Pará, 155 policiais militares abriam fogo contra 1500 pessoas, homens, mulheres e crianças, acampadas pacificamente às margens de uma rodovia. Assassinaram 19 lavradores e deixaram inúmeros feridos e mutilados. Até hoje, ninguém foi punido por esse crime. A violência contra os sem-terra continua. Nesse último mês, somente em Pernambuco, foram assassinados dois lavradores sem terra: no dia 23 de março, Antônio Tiningo e já em abril (02), Pedro Bruno. Ambos, vítimas da ferocidade da concentração da terra e da insensibilidade de senhores que se sentem ainda donos de escravos no campo. Jaime Amorim, membro da coordenação do MST em Pernambuco, afirma: "O latifúndio é essencialmente violento e impede as pessoas de viver e trabalhar no campo. O que ocorreu em Carajás nos dá força e clareza para lutar, pois enquanto houver concentração da terra, a desigualdade, a violência e a falta de democracia no Campo vão continuar”. Para Dom Tomás Balduíno, bispo emérito de Goiás e co-fundador da Comissão Pastoral da Terra (CPT), é importante esse dia em memória dos mártires de Eldorado de Carajás. Ele declara: "esse dia lembra a força da caminhada dos trabalhadores do campo, que se arrasta desde os tempos de Zumbi dos Palmares até hoje na história do Brasil. A luta pela reforma agrária não é questão de conseguir apenas um pedaço de chão, mas de mudar nosso país. A luta é profunda, ampla e de mudanças”. Veja aqui histórico cronológico do processo jurídico publicado na página na Internet do MST.

16 abril, 2012

Em Maringá Jornada Nacional de Lutas do MST

Amanhã dia 17, Dia Nacional da Luta pela Reforma Agrária, trabalhadores sem terra realizarão a Jornada Nacional de Lutas do MST Maringá. O ato acontece em protesto à impunidade ao que ficou conhecido como Massacre de Eldorado dos Carajás, quando 21 trabalhadores rurais Sem Terra foram assassinados pela Polícia Militar em 1996, em Eldorado dos Carajás, no Pará. Mesmo já tendo passado 16 anos após o massacre, os autores e mandantes pelo crime continuam soltos. Isso representa a maneira como são tratadas as questões referentes à luta pela terra no Brasil, cujo país tem a segunda maior concentração de propriedade de terra no mundo, em que 1% dos proprietários controla 48% das terras agrícolas. Por questões de segurança, o local e a hora do evento serão divulgados apenas amanhã. Mais informações

Nota do Grupo de Diálogo Inter-religioso de Maringá (GDI) sobre o projeto de incineração de resíduos

O GDI – Grupo de Diálogo Inter-religioso de Maringá, tendo conhecimento da intenção da municipalidade em instalar uma Usina de Incineração de Resíduos Sólidos Urbanos, procurou informar-se sobre os danos à saúde das pessoas, à saúde do meio ambiente e o prejuízo social causado aos nossos irmãos fraternos que tiram da reciclagem o sustento para vida, além dos elevados custos econômicos relacionados à implantação de um empreendimento dessa natureza, vem a público emitir a seguinte NOTA:

1- Referendamos e seguimos o posicionamento da Arquidiocese de Maringá, contrário à incineração, emitido em 15 de março de 2012, e reafirmado em 22 de março de 2012.

2 – Seguimos a Orientação do Observatório das Metrópoles, entidade ligada à Universidade de Maringá, que atua em 15 regiões brasileiras implementando políticas setoriais urbanas fundamentadas na Política Nacional de Resíduos Sólidos instituída pela Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. No dia 22 de Março de 2012, o Observatório das Metrópoles da UEM emitiu nota pública de apoio ao Movimento Contra a Proposta de Incineração dos Rsus em Maringá.

3 – Apoiamo-nos igualmente no teor da Recomendação Administrativa Conjunta Nº01/2012 do Ministério Público do Estado do Paraná, do Ministério Público Federal – Procuradoria da República no Município de Maringá e Ministério Público do Trabalho – Procuradoria Do Trabalho No Município de Maringá para que IAP - Instituto Ambiental do Paraná “se abstenha de licenciar empreendimento ou unidade de incineração e/ou de valorização/recuperação energética de resíduos sólidos urbanos oriundos da coleta domiciliar convencional no âmbito do Município de Maringá ou região, no intuito de cumprir sua missão de ‘proteger, preservar, conservar, controlar e recuperar o patrimônio ambiental, buscando melhor qualidade de vida e o desenvolvimento sustentável com a participação da sociedade’” (Missão e Atribuições do Instituto Ambiental do Paraná – http://www.iap.pr.gov.br.) Essa recomendação tornou-se pública no dia 22 de março de 2012.

4 – Na condição de líderes espirituais das principais tradições religiosas presentes em Maringá, desafiaremos os integrantes de nossas comunidades a exercerem a cidadania plena e autônoma, orientando-os a que busquem o maior número de informações possíveis sobre esse tema.

5 – Nomearemos observadores para acompanhar as discussões e ações do Fórum Intermunicipal Lixo e Cidadania, Maringá, Sarandi e Paiçandu.

Por compreendermos que não haverá paz no mundo sem que as religiões exerçam além de funções espirituais, também suas obrigações sociais, isto é, fé com responsabilidade social, é que como membros do Grupo de Diálogo Inter-religioso de Maringá subscrevêmo-nos:

BAHÁ'Í: Dra. Mahasti Sahihi de Macedo
BUDISTA: Monge Eduardo Ryoho Sasaki
CANDOMBLÉ: Sra. Maria de Lourdes Nascimento [Yalorixá Sandiá]
CATÓLICO: Dom Anuar Battisti
EVANGÉLICO: Rev. Dr. Robert Stephen Newnum
MUÇULMANO: Sheikh Abdelbagi Osman
UMBANDISTA: Sra. Marilza Martins de Paiva

Para refletir

"Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso." (Charles Chaplin)

14 abril, 2012

As CEBs e os Movimentos Populares a serviço da vida no Nordeste e no Brasil

Sigamos o método Ver-Julgar-Agir - método da Teologia da Libertação - para analisarmos o assunto “CEBs e Movimentos Populares a serviço da vida no Nordeste e no Brasil.” No Ver, façamos a análise de conjuntura a partir da realidade dos pobres do Nordeste. No Julgar, iluminemos a realidade com a luz dos textos bíblicos, das Ciências Humanas e da sabedoria popular. No Agir, coloquemos mãos à obra, com CEBs – Comunidades Eclesiais de Base - e Movimentos Populares de mãos dadas na luta por justiça permeada de ternura, ética e solidariedade. Leia aqui o texto do Pe. Gilvander Luís Moreira

Dá-nos, Senhor aquela Paz

por Dom Pedro Casaldáliga

Dá-nos, Senhor aquela Paz
inquieta que denuncia
a Paz dos cemitérios e a Paz dos lucros fartos.
Dá-nos a Paz que luta pela Paz!
A Paz que nos sacode com a urgência do Reino.
A Paz que nos invade, com o vento do Espírito,
a rotina e o medo, o sossego das praias e a oração
de refúgio.
A Paz das armas rotas na derrota das armas.
A Paz da fome de Justiça,
a paz da Liberdade conquistada,
a Paz que se faz "nossa" sem cercas nem fronteiras,
Que tanto é "Shalom" como "Salam", perdão, retorno, abraço...
Dá-nos a tua Paz, essa Paz marginal que soletra
Em Belém e agoniza na Cruz e triunfa na Páscoa.
Dá-nos, Senhor, aquela Paz inquieta,
que não nos deixa em paz!

13 abril, 2012

Sugestão de Leitura

"A paz esteja com vocês. Assim como o Pai me enviou, eu os envio!" Desta forma, Jesus conclama a cada pessoa, a dar continuidade a sua missão de construir a sua paz, esta que garante a felicidade a todas as filhas e todos os filhos de Deus.
Tal responsabilidade é explícita no evangelho que muitas de nossas Igrejas proclamarão neste final de semana: Jo 20,19-31. Como sugestão de leitura apresento o texto de Carlos Mesters, Mercedes Lopes e Francisco Orofino: "A paz esteja com vocês!"

A vida do Índio

por Edmar Batista de Souza (Itohã Pataxó) 06/09/06
O índio lutador, Tem sempre uma história pra contar.
Coisas da sua vida, Que ele não há de negar.
A vida é de sofrimento, E eu preciso recuperar.
Eu luto por minha terra, Por que ela me pertence.
Ela é minha mãe, E faz feliz muita gente.
Ela tudo nós dar, Se plantarmos a semente.
A minha luta é grande, Não sei quando vai terminar.
Eu não desisto dos meus sonhos, E sei quando vou encontrar.
A felicidade de um povo, Que vive a sonhar.
Ser índio não é fácil, Mas eles têm que entender.
Que somos índios guerreiros.
E lutamos pra vencer.
Temos que buscar a paz, E ver nosso povo crescer.
Orgulho-me de ser índio, E tenho cultura pra exibir.
Luto por meus ideais, E nunca vou desistir.
Sou Pataxó Hãhãhãe, E tenho muito que expandir.

Por 8 votos a 2, STF libera interrupção da gravidez de fetos anencéfalos

O Supremo Tribunal Federal (STF) por 8 votos a 2,   decidiu autorizar a mulher a interromper a gravidez em casos de fetos anencéfalos, sem que a prática configure aborto criminoso. Apenas dois ministros votaram contra a liberação do aborto - o presidente do STF, Cezar Peluso e o ministro Ricardo Lewandowski.
O Código Penal brasileiro, em vigor desde 1940, prevê somente dois casos para autorização de aborto legal: quando coloca em risco a saúde da mãe e em caso de gravidez resultante de estupro. Qualquer mudança dessa legislação precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional.


Reunião plenária para a Organização do Encontro Regional Noroeste de Economia Solidária em Maringa

12 abril, 2012

Como é ser jovem dentro de uma comunidade religiosa

A jovem Irmã Lizandra Both de 23 anos, conta um pouco como é ser jovem dentro de uma comunidade religiosa. Confira a entrevista

Haverá enfim democracia na Câmara Municipal de Maringá?

Presidida pelo Vereador Humberto Henrique (PT), a Comissão Especial de Estudos do Regimento Interno conseguiu aprovar em terceira votação (03/04) as novas regras do Regimento Interno da Câmara Municipal de Maringá. Para quem não freqüenta as sessões, as novidades podem parecer triviais, mas, na verdade, elas representam avanços significativos para estabelecer o mínimo de democracia ante ao rigor imposto às manifestações de populares na Casa de Lei. Rigor esse, diga-se de passagem, não perceptível entre certos edis acostumados a se ausentarem antes do término das sessões, a faltas injustificadas e otras cositas mas… Por isso a aprovação regimentar da elaboração de Código de Ética e de Decoro Parlamentar, chega em boa hora. Outro avanço importante será a obrigatoriedade...continue lendo...

Projeto que amplia provas da Lei Seca foi aprovado

Ontem (11) a Câmara dos Deputados aprovou, em votação simbólica, por unanimidade, o projeto de lei apresentado pelo deputado Hugo Leal (PSC-RJ), que amplia o número de provas que podem ser usadas para constatar o estado de embriaguez do motorista condutor de veículo. A medida visa a aperfeiçoar a chamada Lei Seca, que trata da punição de motoristas que dirigem sob efeito de determinado nível de álcool no sangue. O texto aprovado estabelece que podem ser usadas, para constar a embriaguez, provas testemunhais, exame clínico, imagens e gravações em vídeos. Pela lei atual, só podem ser aceitas como provas o teste do bafômetro e o exame de sangue. Ele também dobra a multa de quem dirigir sob efeito de álcool ou outras drogas que causam dependência. O valor da multa para quem dirigir sob influência de álcool, que hoje é R$ 957,70, passa para R$ 1.915,40.

Manifestação pela internet mobiliza milhares de pessoas a favor da vida no caso dos anencéfalos

Está acontecendo nas Redes Sociais, principalmente no micro blog Twitter, uma manifestação online a favor da vida, por causa da votação de ontem (11), no Supremo Tribunal Federal (STF), do julgamento da ação para o aborto de fetos anencéfalos. O “twitaço”, que tem como hashtag#afavordavida, começou na noite desta terça-feira, dia 10 de abril, com a proposta de mostrar o desejo de defender a vida de crianças com anencefalia. Mais informações

11 abril, 2012

Site iG publica reportagem sobre mobilização contra incineração de lixo

A queima de lixo doméstico para geração de energia ainda não tem regulamentação no Brasil, mas o prefeito Silvio Barros (PP) quer instalar na cidade de Maringá uma usina de incineração de resíduos sólidos. A reportagem do site do iG diz que o projeto, defendido pelo prefeito, no entanto, enfrenta resistência por parte de vereadores da oposição, moradores liderados pela Igreja Católica, ambientalistas e Ministério Público -  que avalia haver omissão do poder público quanto aos danos ao meio ambiente e à saúde da população. A polêmica foi comparada ao enredo de Os Simpsons. Os Simpsons à parte, a possibilidade de instalação da usina de incineração de lixo em Maringá colocou em lados opostos o prefeito Silvio Barrros e o Ministério Público Estadual. Enquanto o prefeito defende que o município importe a tecnologia adotada em Paris e Tóquio e se transforme em referência regional no tratamento de lixo, promotores argumentam que a proposta viola a Lei de Política Nacional de Resíduos Sólidos, que defende como prioridade a redução da produção de lixo, a reciclagem e a reutilização. Leia a reportagem

A Amazônia, segundo um morto e um fugitivo

Dois homens denunciaram a quatro órgãos federais e dois estaduais uma milionária operação criminosa que rouba ipê de dentro de áreas de preservação da floresta amazônica, no Pará. Depois da denúncia, um foi assassinado – e o outro foge pelo Brasil com a família, sem nenhuma proteção do governo. A partir do relato desses dois homens, é possível unir a Amazônia dos bárbaros à floresta dos nobres. Leia na íntegra

Sou totalmente contra a liberação do aborto nesses casos

"Sou totalmente contra a liberação do aborto nesses casos. Estamos falando de uma vida. Para mim, liberar é como legalizar o aborto para qualquer mulher, em qualquer caso", afirma Fernanda Bassette que aos 21 anos descobriu que estava grávida do primeiro filho, um bebê anencéfalo. Confira o depoimento

STF decide se aborto de feto sem cérebro é crime

Já a quase  oito anos de discussão, o Supremo Tribunal Federal (STF) definirá se grávidas de fetos sem cérebro podem abortar sem que a prática configure um crime. O julgamento começa hoje e pode se estender até amanhã.

10 abril, 2012

Lançamento da 5ª Semana Social Brasileira na Arquidiocese de Maringá

No dia 14, próximo sábado, a Arquidiocese de Maringá fará o lançamento da 5ª Semana Social Brasileira, promovido pela Associação de Reflexão e Ação Social (Aras/Cáritas) e o Conselho Arquidiocesano de Leigos e Leigas da Arquidiocese de Maringá (CALLM), em conjunto com a Escola de Teologia para Cristãos Leigos da Arquidiocese. A 5ª Semana Social Brasileira terá como tema “Um novo Estado, caminho para uma sociedade do bem viver” e o lema “Estado para que e para quem?”. O encontro será assessorado por Daniel Seidel, mestre em Ciência Política, Secretário de Desenvolvimento Social e de Transferência de Renda do Distrito Federal (SEDEST) e secretário executivo da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (organismo vinculado à CNBB).
Neste ano, cada diocese e Regional trabalharão o tema proposto para que em maio de 2013 aconteça o grande evento em Brasília. Na ocasião serão propostos debates a respeito de questões sociais, a partir da doutrina social da Igreja trazendo como proposta a reflexão sobre o papel do Estado na vida dos brasileiros em uma perspectiva crítica e propositiva, pois participar implica em ter consciência das dificuldades e erros, mas também propor outros caminhos.
“É um instrumento de diálogo entre Igreja e sociedade, sobretudo com aqueles que não tem poder, excluídos, e que estão lutando para adquirir direitos”, afirmou padre Nelito Dornelas, articulador da 5ª Semana Social Brasileira. As semanas sociais desempenham importante papel na ação evangelizadora da Igreja. Assim como as Pastorais Sociais, as reflexões propostas no encontro contribuem para intensificar a presença pública da Igreja na realidade sócio/política/econômica, objetivando a transformação da sociedade.
As semanas sociais são parte da ação evangelizadora da Igreja. A primeira Semana Social Brasileira Foi realizada em 1991, de 03 a 08 de novembro. Tinha a finalidade de celebrar, no Brasil, os cem anos daRerum Novarum. Seu tema central foi o Mundo do Trabalho, Desafios e Perspectivas. A Segunda Semana Social teve início em meados de 1992, estendendo sua realização ao longo de dois anos, sendo que o grande evento foi realizado em nos dias 24 a 29 de julho de 1994. Seu tema central foi Brasil – Alternativas e Protagonistas. Seu enfoque foi nos candidatos a presidente, às vésperas da campanha eleitoral daquele ano. A Terceira Semana Social Brasileira ampliou para três anos seu tempo de duração, coincidindo com o tríduo de preparação para o Jubileu do ano 2000. Com a proposta Resgate das Dívidas Sociais – Justiça e Solidariedade na construção de uma sociedade democrática. A Quarta Semana Social, realizada entre 2004 e 2006 com tema Mutirão por um Novo Brasil, multiplicou-se em 268 Semanas Sociais em todo país.
Data: 14 de abril de 2012
Local: Salão paroquial da igreja Santo Antônio - Praça Santo Antônio, Vila Santo Antônio, Maringá-PR.
Outras informações podem ser obtidas na secretaria da ARAS (44) 3263-4887, com Paulo Mota.

“Você não é o ser superior do universo”

Do site do Rigon
Ana Domingues, da Funverde, na reunião de ontem à noite do Fórum Intermunicipal Lixo & Cidadania, que o prefeito Silvio Barros II (PP) pare com essa história de queimar lixo. Usando uma fala intensa e emocionada, disse a Silvio II que ele deveria entender que as pessoas não podem ser consideradas inimigas só porque pensam diferente dele. “Você não é o ser superior do universo. Deveria ouvir”, sugeriu. Ana esclareceu que, como dirigente da Funverde, esteve em Paris e conversou com as pessoas que moram pertoo do incinerador – e que por isso está no Fórum contra a incineração.

Sugestão de Leitura

A festa da Páscoa é algo tão marcante na vida litúrgica que muitas igrejas estendem esse dia por uma semana! Em continuidade às comemorações pascais, lembramos de forma especial o testemunho de Maria Madalena: Eu vi o Senhor!
Veja a bela narrativa do encontro entre Madalena e Jesus (Jo 20,1-18) na interpretação de Vanildes Gonçalves. Leia também o que nos dizem Carlos Mesters e Mercedes Lopes sobre Maria Madalena e o discipulado das mulheres.
Ao celebrarmos a Páscoa, queremos conclamar a sociedade para voltar seu olhar sobre a realidade dos povos indígenas no Brasil. Entre os textos, destacamos Leitura da Bíblia entre Indígenas, de Lori Altmann.
Que a Ressurreição continue acontecendo a cada dia!

09 abril, 2012

A limpeza ética praticada pela presidenta Dilma Rousseff elevaram sua popularidade a nível recorde

A limpeza ética praticada pela presidenta Dilma Rousseff, desde que no ano passado começou a demitir ministros acusados de "malfeitos", associada ao recente desafio de domar aliados rebeldes no Congresso elevaram sua popularidade a nível recorde. Pesquisa CNI/Ibope divulgada na quarta-feira mostrou que a presidenta é aprovada por 77% da população. Para a cientista política Argelina Figueiredo, do Instituto de Estudos Sociais e Políticos (Iesp) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), no entanto, Dilma Rousseff precisa "ir devagar com o andor" em sua cruzada. "Ela não pode fazer muito depressa", diz a pesquisadora, especialista no estudo das relações entre Executivo e Legislativo. "Nenhum presidente se garante só com uma bandeira anticorrupção", constata. Confira a entrevista de Cristian Klein e publicada pelo jornal Valor

O que faz um país feliz? Brasil inicia estudos para medir felicidade

O que faz um país feliz? O crescimento econômico conta pontos, mas não é o único fator que contribui para o bem-estar da população. Liberdade individual, família estável e boa saúde contribuem para a chamada Felicidade Interna Bruta, conceito que remonta à década de 1970 e agora surge como um dos temas da Rio+20, a conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável. Confira a reportagem

08 abril, 2012

Feliz Páscoa

A vocês queridas e queridos visitante do blog
A vida já se renova, na alegria da ressurreição.
Páscoa, vida que vence a morte. Dia de festa e alegria, festa da ressurreição, de quem acredita e luta pela vida, por um projeto de justiça e fraternidade. Com a Páscoa, temos a certeza da vitória, dos que lutam por trabalho, terra, moradia, democracia, cidadania, ... A cada conquista, o sinal da libertação. Na Páscoa, renasce a esperança, maior é a certeza de que Deus caminha conosco e que como Cristo, também nós ressuscitamos. Páscoa, é a certeza de que a injustiça e o egoísmo, a violência e o ódio NÃO TERÃO a última palavra ou ação sobre a vida.  Feliz Páscoa

04 abril, 2012

Para refletir

 "Somos o povo da esperança, o povo da Páscoa. Devemos fazer questão de vivermos todos cutucando, agitando, comprometendo. Como se cada um de nós fosse uma célula-mãe espalhando vida, provocando vida." (Dom Pedro Casaldáliga)

Quando um sindicato perde a sua utilidade?

“O governo defender uma visão de desenvolvimento que privilegia o crescimento do bolo em detrimento à sua divisão, é compreensível. É triste, mas entende-se devido à quantidade de interesses que ele acaba atendendo. Quando isso ocorre com representantes de trabalhadores, a situação é diferente”.  O comentário é do jornalista Leonardo Sakamoto em artigo publicado em seu blog. Eis o artigo

Arquidiocese de Maringá lança DVD “Coral Infantojuvenil Arquidiocesano na Terra Santa”

Na manhã da próxima quinta-feira, 05/04, será lançado o DVD “Coral Infantojuvenil Arquidiocesano na Terra Santa”, produzido pela Arquidiocese de Maringá. O trabalho será apresentado oficialmente durante a Missa do Crisma, celebrada na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória, em Maringá. Mais informações

Uma sociedade com presídios vazios e escolas cheias

Por Paulo Vidigal
Vivemos, ou sobrevivemos, numa sociedade que literalmente tem um modelo econômico selvagem. Esse modelo tenta nos seduzir a acreditar que a felicidade pode ser encontrada no ter e não no ser. A aparência é tudo. Muitos são seduzidos e acabam por acreditar que a felicidade é simplesmente essa busca frenética, e a qualquer custo, de ser possuidor de determinado bem ou patrimônio. O carro do ano, o celular de última geração e por aí vai. Resultado está aí: alienação total, depressão e stress. Pessoas com salários comprometidos em empréstimos e dívidas. Mas o sistema, se alimenta do consumismo e está muito feliz com tudo isso...continue lendo...

03 abril, 2012

A Semana Maior, a Semana Santa - Dom Anuar Battisti

A Semana Santa permite ao cristão, a cada ano, mergulhar em maior profundidade nos acontecimentos de sua fé e sair para novos rumos na vida pessoal e comunitária. Por isso que esses dias são diferentes e nos levam a reviver os fatos fundamentais da nossa fé. Leia na íntegra

Fabrica de carretas no Paraná usa robôs

Na fabricante de carretas Noma, na cidade de Sarandi- interior do Paraná,  não tem gente fazendo força. São os robôs espalhados pela fábrica que carregam as peças pesadas. São também robôs que soldam as diferentes partes dos veículos. Antes privilégio de grandes corporações, os robôs estão invadindo as linhas de produção de pequenas e médias empresas no mundo todo e prometem mudanças importantes na divisão global do trabalho, com prejuízo para os países emergentes...continue lendo...